Secretaria de Saúde realiza busca ativa de casos de Hanseníase
06/06/2019 14:40 em SANTA FÉ DO SUL:

Com objetivo de identificar e tratar pacientes com hanseníase, a Secretaria Municipal de Saúde da Estância Turística de Santa Fé do Sul (SP) desenvolveu uma campanha para fazer busca ativa e incentivar diagnóstico precoce de casos de Hanseníase.

O infectologista Dr. Márcio Gagginni passa uma vez por mês em todas as Estratégias de Saúde de Família do município com o objetivo de alertar a população sobre sinais e sintomas da doença, prevenção e o tratamento oportuno. Este mês, a visita do infectologista nos PSF’s foi na terça-feira (4). A ação de busca ativa será realizada durante quatro meses.

Segundo Dr. Márcio, a tosse, o espirro, a coriza, a saliva de pacientes que não estão em tratamento são as principais maneiras de contaminação. “Quando se fala sobre Hanseníase, é importante alertar em relação as primeiras manifestações da doença, caracterizadas por manchas claras ou róseas, que tendem a apresentar dormência ou ausência de sensibilidade. Geralmente, há perda dos pelos na lesão”, ressaltou o infectologista.

Hanseníase

 

A Hanseníase é uma doença crônica, transmissível e de notificação compulsória. Possui como agente etiológico o Mycobacterium leprae, capaz de infectar grande número de indivíduos (alta infectividade), apesar da baixa patogenicidade (poucos adoecem). Tem predileção pela pele e nervos periféricos, podendo cursar com surtos reacionais intercorrentes, o que lhe confere alto poder de causar incapacidades e deformidades físicas, responsáveis pelo estigma e discriminação às pessoas.

COMENTÁRIOS