AME SANTA FÉ DO SUL ATINGE MENOR ÍNDICE DE ABSENTEÍSMO EM 11 ANOS
06/08/2019 14:25 em SANTA FÉ DO SUL:

O Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Santa Fé do Sul alcançou, em junho, o índice de 7,7% de absenteísmo, menor percentual registrado em 11 anos de funcionamento da unidade. O baixo índice é atribuído a ações desenvolvidas pelo ambulatório em conjunto com gestores municipais e pacientes em relação ao combate à faltas e conscientização da importância do comparecimento.

Uma força-tarefa vem sendo realizada desde o início deste ano com iniciativas internas e externas. Entre as ações que resultaram na queda da taxa está o aproveitamento de vagas e alta administrativa por faltas consecutivas.

A gerente administrativa da unidade, Vera Lacerda, implantou medidas de orientação a população. “Os pacientes que obtêm duas faltas consecutivas na mesma especialidade e exames recebem alta da unidade. No momento dos agendamentos realizados, eles são orientados pela recepção, Call Center e enfermagem sobre esta medida. Além disso, quando ligam desistindo, os colaboradores, juntamente com a central de agendas, inserem outro usuário”, explica. 

Paralelamente a estes projetos, o Ambulatório promove reuniões com os secretários de cada cidade, disseminando os dados de absenteísmo e elaborando novas ações para redução, além de apresentar estes índices nas Câmaras Municipais e na Comissão Intergestores Regional (CIR).

O objetivo é constituir um canal permanente e contínuo de negociação e decisão entre os gestores municipais e o Estado para constituição de rede regionalizada, pactuando de forma consensual a definição das regras.

Em junho de 2018, a taxa chegava a 11,3%. Em 2019, a queda se acentuou a partir de abril, quando foram registrados 10% de absenteísmo; no mês seguinte, em maio, 8,2%, e em junho alcançou a menor taxa já registrada na unidade, de 7,7%.

A ausência em compromissos médicos pode impactar no o bom funcionamento do AME, pois prejudica os próximos usuários a serem atendidos e interferem tanto na agenda dos médicos quanto na disponibilidade de funcionários.

A gerente solicita o apoio da comunidade para diminuírem mais ainda esse índice. “Para garantirmos a qualidade, resolutividade e a humanização do atendimento temos o sistema de agendamento. Caso você tenha algum imprevisto, pedimos que entre em contato pelo telefone (17) 3641-9160 e libere o horário, ajudando outra pessoa que também está precisando”, conclui.

COMENTÁRIOS