Universitária da Ilha Solteira foi morta com 35 facadas | SANTA FÉ 100,5 FM
11/04/2018 - 8h45 em REGIÃO:

A universitária Maria Julia Martins Quintino da Silva, assassinada pelo ex-namorado J. G., de 27 anos, no início da tarde desta segunda-feira (9), na viela de 400 do Passeio Batalha, foi morta com mais de trinta facadas. Segundo o delegado Miguel Rocha, da Polícia Civil de Ilha Solteira, a universitária foi atingida por 35 facadas. Os golpes atingiram, em sua maioria, toda a região das costas, braços, pescoço e tórax. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Ainda de acordo com o delegado, a arma utilizada no crime ainda não foi localizada. Já o carro que ele utilizou para ir até a ex-namorada, e fugir após o crime, foi encontrado na Fazenda Lagoinha, na zona rural de Ilha Solteira. O corpo de Maria Julia foi enterrado na tarde desta terça-feira (10), na cidade de General Salgado. Ela tinha 17 anos e cursava o primeiro semestre do curso de zootecnia na UNESP de Ilha Solteira.

 

Fonte: Ilha de notícias

COMENTÁRIOS