PUBLICIDADE
Hemocentros do País precisam de doações de sangue
14/01/2022 09:47 em ACONTECE:

Doações de sangue costumam diminuir no período de festas e nas férias do início do ano.

Mas os surtos de gripe e o aumento dos casos de coronavírus afastaram ainda mais os doadores.

A situação é crítica em diversos hemocentros, com registro de falta de bolsas, e algumas cidades já começaram a reagendar cirurgias por causa do estoque reduzido.

A baixa nas doações de sangue coloca toda a população em risco, pois qualquer pessoa pode passar por uma emergência, seja por acidente ou por questões de saúde.

Por isso é importante ampliar o número de bolsas em estoque e reduzir o alerta vermelho no País, que já enfrenta outras situações de doenças.

Doar sangue é rápido, seguro, e o procedimento pode salvar até quatro vidas.

Basta estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos e pesar no mínimo 50 quilos.

O voluntário não deve ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes e é recomendado evitar alimentos gordurosos quatro horas antes da doação.

Também é importante não estar em jejum e não ter tido doenças como hepatite após os dez anos de idade.

Alguns dos impedimentos são ter sido exposto a doenças transmissíveis pelo sangue, como sífilis, HIV e doença de Chagas.

Quem foi infectado pelo coronavírus deve aguardar 30 dias até o fim dos sintomas e para quem recebeu a vacina, o prazo é de 48 horas para a CoronaVac e de sete dias para as demais.

É preciso apresentar um documento de identificação com foto e para menores de 18 anos, é exigida autorização dos pais ou responsáveis.

COMENTÁRIOS